Uma viagen pelo universo da imaginação

Não me estilhacem

© Célia Moura

Não me estilhacem os recém-nascidos sorrisos,
porque não permito!

Nem me despedacem a alma,
nesta agonia maior de ser só, qual jangada perdida no Oceano
a baloiçar quimeras!

Ver o post original 86 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s