Uma viagen pelo universo da imaginação

Três velhas, o carro e a sorte do meu pai

Fernanda Beziaco

Meu pai tem uma sorte azarada, e vejam vocês que muitas coisas esquisitas acontecem com ele. Várias dessas coisas são até bem comuns, como entrar na fila mais vazia no supermercado, mas na sua vez acabar a energia, acabar o rolo de recibo, etc. Ou aquela coisa de pedir informação para gagos, fanhos, mudos ou até loucos, que é realmente uma especialidade do meu velho. Entretanto, sua sorte vai além, e em Crônicas de João de hoje reúno três histórias acontecidas com ele, todas muito semelhantes: Três velhas, o carro, e a sorte do meu pai.

Essa não é necessariamente a ordem em que as cenas a seguir aconteceram, mas são todas reais, por mais esquisitas que pareçam.


A primeira velha

Em uma das famosas churrascadas dos Beziaco todos da família estavam reunidos na casa de meus pais, exceto por meu tio que estava à caminho, e chegaria de ônibus…

Ver o post original 712 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s