Uma viagen pelo universo da imaginação

O ANTICRISTO : “A ruptura na tradição da Verdade” Parte I

ERA O 6º ANO DO GOVERNO DO PAPA FRANCISCO I NO VATICANO, uma notícia foi dada mundialmente era sobre a renúncia ao governo do atual papa que iria deixar o cargo por motivos secretamente misteriosos, a única frase que dissera em uma última palavra na Basílica de São Pedro (Cidade do vaticano) era de que”:-Eu cumpri até aqui a missão que Deus me enviou, vós sois agora dele….”, e olhou para cima com um olhar de que sabia de algo que iria acontecer em breve.

Arcebispos do mundo inteiro foram convocados para uma reunião na cidade do vaticano para que pudessem estudar sobre o próximo papa, afinal de contas era necessário o mais rápido possível que um novo se apresentasse. A data era 18/07/2019 e uma reunião acontecia dentro da cúpula bispal onde havia bispos de todas as partes do mundo, e havia uma enorme controvérsia com relação a escolha do novo papa, quem seria? Como seria? Havia poucos indicados aos cargos e o que eram indicados não gostariam de assumir devido a não crer mais em uma esperança a igreja.

Essa ideia era devido a esse século ter sido tomado por uma enorme ideologia de que cristo não iria voltar tudo isso acontecia por consequência das atitudes de quase todas as igrejas do mundo tanto Protestantes quanto Católicas empregarem um pensamento de um cristo que voltaria a vida da pessoa conforme a mesma viesse a morrer um dia e não mais em um sentido Escatológico em que haveria de voltar para buscar os escolhidos. O aumento de Igrejas ao redor do mundo era também de se notar, pois o crescimento era consideravelmente maior do que qualquer outra multinacional em um ano produtivo.

Os arcebispos sem ter nenhuma decisão decidem prolongar por alguns dias a reunião na cúpula para que se chegasse a uma decisão, para isso iriam quebrar o laço que selava porta da cúpula coisa que poucas vezes na história do vaticano havia acontecido, tudo por motivos de que seria melhor em terreno aberto refletir sobre o futuro da igreja do que em quatro paredes em que só se tinha poucas escolhas.

Uma freira carregava lençóis brancos e limpos para um quarto enquanto no jardim da cidade do havia operários construindo uma nova estátua que seria de um próximo santo a ser canonizado havia uma fazenda em que se era produzidos verduras e legumes que seriam especificamente de alimentação ao Papa assim como Leite e pães e outros alimentos. Era um dia tranquilo a esses operários da cidade que faziam seus trabalhos todos com muita vontade e respeito por terem como ideologia a “cidade de Deus”, tropas andavam em posição para a troca da guarda nos locais de segurança da cidade, uma atração que fazia moradores e pessoas assistirem e tirarem muitas fotos.

No pátio da Basílica estavam a maioria dos bispos que conversavam e discutiam sobre as reformas e postura que a igreja deveria tomar a partir daquele momento em que já não era mais se levado o cargo de papa até a morte, mas há o renunciado por aquele que assume.

Dois bispos estavam perto do tumulo de Pedro e lá conversavam sobre algo secreto se olhavam e apenas diziam: “-Chegou a hora… chegou a hora!!!”, essas palavras eram quase que insignificantes diante de qualquer um, mas sabiam muito bem do que se falava. Em um momento em que todo o mundo estava sofrendo com fome e seca e as pessoas estavam morrendo desnutridas e com doenças a Igreja já não era uma boa escolha, mas mesmo assim era tido como uma oportunidade para se ter uma caridade em sentido de ação social, pois os próprios governos estavam limitando ao acesso a comida e a agua de todos e por isso as manifestações estavam aumentando.

Já era o dia 27/03/2019, 15:26 da tarde um rapaz com jaqueta branca e causa Jeans preta estava passando no centro do pátio onde corre a especulação de que “do alto olhar para o formato do centro observará semelhantes traços da bandeira da Inglaterra”, mas isso é para amantes de conspiração. O rapaz olhava os monumentos e também ao Obelisco que ficava no centro do pátio, andava como qualquer turista que entusiasmado com tudo que vira tentava aprender com o que tinha lido nos livros.

O nome do rapaz era Lúcios Garrem tinha seus 26 anos de idade e tinha formação em filosofia, Teologia, Psicologia e agora estudava simbologia e arqueologia na Rússia mas tinha ido a Roma para fazer um intercâmbio da língua pois amava o país e queria estudar lá, futuramente e fazer o doutorado. Andando entre as colunas ao redor do pátio e olhando os detalhes das paredes é visto pelos dois bispos que conversavam e logo fixaram os olhos no rapaz como se tivessem o reconhecido de algum lugar mas hesitaram em chama-lo em público aliás poderia ele se assustar e ir embora. Os bispos voltaram para dentro da basílica e pediram a um segurança que de modo discreto e sem dizer que era segurança fosse até o rapaz e o convidasse para mostrar a basílica do lado de dentro e que poderia visitar qualquer parte do vaticano até o local mais protegido que são os arsenais escritos por autores celebres da história.

O guarda então foi até uma sala e tirou o quepe e ficou com uma vestimenta mais social para que pudesse abordar o rapaz e convida-lo para conhecer a Basílica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s